Profissão Engenharia Química - Números do mercado de trabalho

Salários

O engenheiro químico é um profissional bem valorizado, podendo atuar como estagiário com bolsas de estudos e até mesmo podendo fazer intercâmbios em outras faculdades fora do país. Engenheiros sempre atualizados têm mais destaque no mercado e consequentemente ganham mais. Pode haver diferença conforme a região do país em que se está atuando.

Os salários costumam ser altos e melhoram com o tempo de experiência e com a qualificação profissional. De forma geral, o salário inicial é de aproximadamente R$ 4.500; aqueles com mais tempo no mercado consegue chegar em R$7 mil. Aqueles mais experientes conseguem atingir salários iguais ou superiores a R$10 mi mensais. O trainee recebe cerca de R$3.500.

Em resumo, tudo dependerá de quantas horas ele trabalha, região onde está localizado e também anos de experiência. Um estagiário, ao começar a trabalhar, passará por todos os setores de uma empresa. Engenheiros com alguns anos de atuação já conseguem assumir alguma área específica e gerenciar equipes.

O mercado de trabalho

Os próximos anos são promissores para o engenheiro químico, com aumento do número de vagas de trabalho. De acordo com um estudo da Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim), o setor pode abrir 200 mil vagas para químicos e engenheiros químicos até 2020, caso se atinja o objetivo de zerar o déficit da balança comercial.

Especialistas dizem que a falta de mão de obra também está relacionada com a falta de preparo do jovem com a química ainda no ensino médio, que não inspira e ocasiona a procura de outros cursos superiores.

Ainda de acordo com dados da Abiquim, a indústria química brasileira aparece em sétima colocação no ranking mundial em tamanho. Esta comparação tem como base o ano de 2010 e refere-se à indústria como um todo, pois muitos países não tem estatísticas por segmento. Os três primeiros colocados são China, Estados Unidos e Japão.

Neste cenário, o mercado continua em expansão e procurando profissionais. Segundo informações do Conselho Federal de Química (CFQ), existem cerca de 120 mil engenheiros com especialização na área. As indústrias não param de investir, principalmente na exportação. O setor petroquímico, celulose, farmacêutico e alimentício também estão com demanda.

Um destaque especial está sobre as indústrias de reaproveitamento de materiais, atualmente, com a questão de responsabilidade ambiental, precisa-se de profissionais com especialidade para conversão dessa matéria-prima. Não ficam de fora as áreas de tecnologia e biotecnologia.

Resumindo, a perspectiva de um engenheiro químico é a de boa chance de conseguir emprego e um salário confortável.

Por dentro da carreira em Engenharia Química

O engenheiro químico é um profissional bem valorizado, podendo atuar como estagiário com bolsas de estudos e até mesmo podendo fazer intercâmbios em outras faculdades fora do país. Engenheiros sempre atualizados têm mais destaque no mercado e consequentemente ganham mais....

Leia Mais